Ex-técnico de Tyson diz que Iron Man precisa de 6 semanas para derrotar Deontay Wilder

Ex-técnico de Tyson diz que Iron Man precisa de 6 semanas para derrotar Deontay Wilder

O australiano Jeff Fenech, que treinou o Iron em Man em 2005, considera muito fracos os atuais pesos pesados. "Se Fury ganhou de Wilder, Mike também pode"

Wilson Baldini Jr.

20 de abril de 2020 | 19h12

 

Jeff Fenech, que treinou Mike Tyson em 2005, afirmou, nesta segunda-feiraa, que o ex-campeão mundial dos pesos pesados ​​pode nocautear Deontay Wilder com muita facilidade, se ele voltar ao boxe hoje, aos 53 anos. Segundo o australiano, se Tyson Fury pôde ganhar de Wilder, dia 22 de fevereiro, por nocaute técnico no sétimo assalto, o Iron Man também pode.

“O boxe não é o mesmo agora”, disse Fenech. “Eu garantiria que, se Mike Tyson treinasse por seis semanas, ele derrubaria Wilder em um minuto. Ele os pegaria. Se Wilder foi nocauteado por Tyson Fury – que é um grande lutador, mas não um grande pegador – Tyson mataria esses caras. Eles não estão no mesmo nível hoje.”

Mike Tyson foi campeão mundial em 1986, aos 20 anos de idade, ao derrotar Trevor Berbick, no segundo assalto. Ficou campeão até 1990 e voltou a ser campeão em 1996, após passar três anos (1992 a 1995) preso. Parou de lutar em 2005.

Wilder, de 34 anos, soma 42 vitórias (41 nocautes), uma derrota e um empate. Foi campeão mundial do Conselho Mundial de Boxe por cinco anos consecutivos.

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

boxeMike TysonDeontay WilderJeff Fenech

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: