Exames no hospital detectam três fraturas em Deontay Wider após derrota para Tyson Fury

Exames no hospital detectam três fraturas em Deontay Wider após derrota para Tyson Fury

Norte-americano afirmou que fez o melhor que pôde no ringue, mas não foi o suficiente para reconquistar o título mundial do CMB, sábado, em Las Vegas

Wilson Baldini Jr.

10 de outubro de 2021 | 23h02

 

 

Exames no hospital detectaram três fraturas em Deontay Wider após a derrota para Tyson Fury, sábado, na T-Mobile Arena, em Las Vegas, por nocaute no round 11.

Wilder quebrou a mão direita, um dedo desta mão, além de uma junta que não foi especificada no relatório apresentado pela equipe do boxeador.

Em rápida entrevista, Wilder afirmou que fez o melhor que pôde no ringue, mas não foi o suficiente para reconquistar o título mundial do CMB.

Shelly Finkel, representante de Wilder, disse que o norte-americano está ‘bem’ e vai passar os próximos dias em descanso com a família para depois decidir o futuro de sua carreira.

Tudo o que sabemos sobre:

boxeDeontay WilderTyson Fury

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.