Floyd Mayweather está por trás do adiamento de Mike Tyson x Roy Jones Jr.

Floyd Mayweather está por trás do adiamento de Mike Tyson x Roy Jones Jr.

Ex-lutador vai colocar Badou Jack, um de seus pupilos, no evento que ficou para dia 28 de novembro, durante o feriado do "Dia de Ação de Graças"

Wilson Baldini Jr.

11 de agosto de 2020 | 11h35

 

Dois motivos foram apresentados para o adiamento da luta exibição entre Mike Tyson e Roy Jones Jr. de 12 de setembro para 28 de novembro. Um deles, segundo a plataforma Triller, que vai transmitir o evento via pay per view, é a possibilidade de chamar mais público durante o feriado do “Dia de Ação de Graças”, que tem início em 26 de novembro (quinta-feira).

“Dado o enorme interesse, o fim de semana do feriado tornará esta batalha histórica um evento de visualização ainda maior”, disse um comunicado da empresa. Tyson emendou: “Mudar a data para 28 de novembro dará a mais pessoas a oportunidade de ver o maior retorno da história do boxe.”

O ex-campeão mundial dos pesos pesados não perdeu a oportunidade de cutucar Jones: “Este inconveniente temporário vai durar mais do que Roy Jones Jr. É melhor ele estar pronto, estou chegando com força total.”

Uma das preliminares terá uma luta oficial pelo título mundial versão Associação Mundial de Boxe, que pertence a Badou Jack, um dos pupilos de Floyd Mayweather. Ele vai enfrentar Black McKernan. Nos Estados Unidos, o pay per view vai custar US$ 49,95.

 

View this post on Instagram

I’m coming for you. #TysonJones @trillervids

A post shared by Mike Tyson (@miketyson) on

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: