Há 25 anos, Julio Cesar Chavez levava mais de 130 mil pessoas ao estádio Azteca

Há 25 anos, Julio Cesar Chavez levava mais de 130 mil pessoas ao estádio Azteca

Ídolo máximo do esporte mexicano, pugilista estava no auge da forma física e técnica

Wilson Baldini Jr.

20 de fevereiro de 2018 | 18h25

 

A luta entre Julio Cesar Chavez e Greg Haugen, há exatos 25 anos, foi vista no Estádio Azteca por 132.247 pessoas. Chavez defendia o cinturão mundial dos meio-médios-ligeiros, versão Conselho Mundial de Boxe, pela décima vez.

Haugen, para esquentar o clima, disse que o cartel invicto de 84 vitórias era feito por vários adversários que na verdade eram  motoristas de táxi de Tijuana.

Nenhum jogo de futebol teve um clima tão hostil como o que se viu naquele dia no estádio Azteca. Chavez disse que iria dar uma surra em Haugen e não iria acabar logo com o duelo. Queria machucar o inglês.

Cada golpe de Chavez era festejado como um gol. Haugen caiu duas vezes no quinto assalto.

Vale a pena conferir.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

boxeoboxeboxingJulio Cesar Chavez

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: