Há 25 anos, o retorno de Mike Tyson contra Peter McNeeley durou 89 segundos

Há 25 anos, o retorno de Mike Tyson contra Peter McNeeley durou 89 segundos

A luta vendeu 1,5 milhão de assinaturas no pay per view, faturando US$ 63 milhões. Tyson ficou com US$ 25 milhões e McNeeley com US$ 540 mil.

Wilson Baldini Jr.

19 de agosto de 2020 | 08h14

 

Há exatos 25 anos, o retorno de Mike Tyson aos ringues, após três anos preso em Indiana, acusado de estupro, foi o acontecimento de 1995. Mas a fragilidade de Peter McNeeley, o adversário, fez com que o combate tivesse apenas 1min29.

Apesar do pouco tempo de ação, a aparição do ex-campeão mundial dos pesos pesados não frustrou os 16.113 espectadores, que lotaram o ginásio do Hotel MGM, em Las Vegas.

A luta vendeu 1,5 milhão de assinaturas no sistema pay per view, faturando US$ 63 milhões. Tyson ficou com US$ 25 milhões, enquanto McNeeley faturou US$ 540 mil.

McNeeley partiu com tudo para cima de Tyson, que aceitou a briga no corpo a corpo . O lutador de segunda linha caiu duas vezes, o bastante para  Vinny Vecchione, manager do lutador, entrar no ringue e forçar o juiz Mills Lane a paralisar o combate.

Este seria o primeiro passo para Tyson recuperar o cinturão, feito que seria realizado no ano seguinte, após vitória sobre o britânico Frank Bruno.

McNeeley, apesar da derrota, ganhou fama, e lutou mais 16 vezes, com 11 vitórias. Recentemente, após Tyson anunciar nova volta ao boxe, o norte-americano de Medfield, Massachusetts, revelou seu desejo de uma revanche.

Tudo o que sabemos sobre:

boxeMike TysonPeter McNeeley

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.