Inglesa respeita Adriana Araújo, mas diz que sua vontade é maior de conquistar o título mundial

Inglesa respeita Adriana Araújo, mas diz que sua vontade é maior de conquistar o título mundial

Clima fica quente entre as lutadoras que se encontraram pela primeira vez nesta sexta-feira. Duelo será domingo, em Londres, com transmissão ao vivo do DAZN

Wilson Baldini Jr.

02 de outubro de 2020 | 12h08

 

A britânica Chantelle Cameron respeita Adriana Araújo, mas afirmou em entrevista ao canal Sky Sports, que sua vontade de ser campeã mundial é maior. “Ninguém tem mais fome por um título mundial do que eu. Chegou a hora e vou deixar tudo em cima do ringue”, disse a inglesa, de 29 anos, invicta no profissionalismo, com 12 vitórias.

O discurso de Cameron é muito parecido com o de Adriana, que afirmou com exclusividade a este blog que não vai deixar escapara a oportunidade de conquistar o título. O clima fica tenso e dá garantia de um grande combate.

Matéria publicada recentemente na Inglaterra destacou o potencial de Adriana e as dificuldades que a lutadora do país terá de superar para ficar com o título dos superleves, versão Conselho Mundial de Boxe. A brasileira é descrita como uma rival forte, resistente e perigosa.

Cameron e Adriana se encontraram pela primeira vez, nesta sexta-feira, em Londres. No sábado será a pesagem e o combate vai ter transmissão ao vivo pelo DAZN, domingo, a partir das 15 horas.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.