Irmãos Falcão querem repetir o feito dos irmãos Klitschko

Esquiva e Yamaguchi planejam conquistar um título mundial dos médios, mas descartam a possibilidade de um duelo entre ambos

Wilson Baldini Jr.

12 Agosto 2018 | 23h45

 

Esquiva Falcão é o oitavo no ranking da Associação Mundial de Boxe. Yamaguchi Falcão é o oitavo no Conselho Mundial de Boxe. Os dois irmãos medalhistas em Londres estão muito próximos de uma oportunidade para conquistar um cinturão mundial.

“Existem quatro títulos mundiais. Eu posso ganhar dois e ele outros dois. Aí os quatro ficam na família”, disse  Esquiva, descartando qualquer chance de um duelo com o irmão. “Faremos como os irmãos Klitschko”, afirmou, referindo-se aos ucranianos pesos pesados que dominaram a categoria por uma década.

Yamaguchi pensa como o irmão. “Não é um desejo dele e nem dos pais”, revelou Juliana Zandonadi, mulher de Yamaguchi.

Esquiva deve fazer uma luta em outubro e, caso vença, tem a promessa da Top Rank para encarar o japonês Ryota Murata até março de 2019 pelo título da AMB. Yamaguchi já treina forte no aguardo que a Golden Boy Promotions acerte sua próxima luta.

 

 

Mais conteúdo sobre:

boxeEsquiva FalcãoYamaguchi Falcão