Jermall Charlo mantém cinturão dos médios do CMB e pode enfrentar Esquiva Falcão

Sexto colocado no ranking da organização, brasileiro medalhista de prata na Olimpíada de Londres-2012, luta dia 2 de fevereiro, na China.

Wilson Baldini Jr.

08 de dezembro de 2019 | 13h51

 

O norte-americano Jermall Charlo manteve o cinturão mundial dos médios, versão Conselho Mundial de Boxe (CMB), neste sábado, ao derrotar o irlandês Dennis Hogan, por nocaute técnico, no sétimo assalto, em Nova York.

Sexto colocado no ranking do CMB, o brasileiro Esquiva Falcão vê com bons olhos uma oportunidade de disputar o citurão ainda este ano diante do norte-americano, mas antes mantém toda a concentração para a luta de 2 de fevereiro, na China, frente ao chinês Ainiwaer Yilixiati. Hogan era o quinto colocado.

Um problema para uma futura negociação é o fato de Charlo ser lutador da Premier Boxing Champions (PBC), propriedade de Al Haymon, grande adversário de Bob Arum, dono da empresa Top Rank, com quem Esquiva possui contrato.

Caso a luta seja concretizada no futuro, será um duelo de invictos, pois Esquiva soma 25 vitórias, contra 30 de Charlo. Os dois têm 29 anos de idade.

Tudo o que sabemos sobre:

boxeEsquiva FalcãoJermall Charlo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.