Joe Joyce e Lyndon Arthur demonstram a importância do jab em duas grandes vitórias

Joe Joyce e Lyndon Arthur demonstram a importância do jab em duas grandes vitórias

Pugilistas britânicos mostraram que saber usar o golpe mais simples do boxe pode ser um aliado na conquista de um resultado importante

Wilson Baldini Jr.

07 de dezembro de 2020 | 23h57

 

Joe Joyce e Lyndon Arthur demonstraram nos últimos dois finais de semana a importância de um jab bem aplicado em duas grandes vitórias. O peso pesado e o meio-pesado surpreenderam e venceram, respectivamente, os favoritos Daniel Dubois e Anthony Yarde.

No último dia 28, Joyce, medalhista de prata nos Jogos do Rio, em 2016, cansou de castigar o olho esquerdo de Dubois, que acabou desistindo do combate, no décimo assalto, com uma fratura em um osso orbital, o que o levará para uma cirurgia e sequente recuperação de quatro meses.

Arthur não foi diferente diante de Yarde e conseguiu somar pontos importantes graças aoa seus golpes com a mão esquerda, que impediram Yarde de diminuir a distância.

Os dois pugilistas britânicos mostraram que saber usar o golpe mais simples do boxe pode ser um aliado na conquista de um grande resultado.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.