Katie Taylor dá um show de técnica, mantém título unificado e recebe elogios da desafiante

Katie Taylor dá um show de técnica, mantém título unificado e recebe elogios da desafiante

Com a vitória por pontos, após dez rounds, Taylor manteve os cinturões do Conselho Mundial, Associação Mundial, Federação Internacional e Organização Mundial de Boxe.

Wilson Baldini Jr.

23 de agosto de 2020 | 11h55

 

A irlandesa Katie Taylor deu um show, ao vencer a belga Delfine Persoon, sábado à noite, em Brentwood, perto de Londres, na Inglaterra. Com a vitória por pontos, após dez rounds, Taylor manteve os cinturões do Conselho Mundial, Associação Mundial, Federação Internacional e Organização Mundial de Boxe.

A invicta campeã soma agora 16 vitórias, enquanto a desafiante perdeu pela terceira vez, após 47 lutas. As duas haviam se enfrentado em 1º de junho do ano passado, no Madison Square Garden, em Nova York, e a vitória de Katie Taylor não tinha sido tão clara.

“Ela tem uma técnica de luta impressionante. Quando eu ia para cima dela, seu jogo de pernas a mandava para o outro lado e eu ficava sem ação. Errei muitos golpes por causa de sua esquiva. Depois que quebrei o nariz no sexto assalto, ficou ainda mais difícil, pois não conseguia respirar direito. Tenho o maior respeito por ela e parabéns pela vitória”, disse Persoon, aplaudida pelas poucas pessoas presentes à mansão do empresário Eddie Hearn, local da luta.

Apesar do grande domínio aparente de Taylor, os jurados foram mais rígidos nas anotações. A vitória foi unânime em uma pontuação apertada: 96 a 94 (duas vezes) e 98 a 93.

Tudo o que sabemos sobre:

boxeKatie TaylorDelfine Persoon

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.