Lendária revista “The Ring” elege os melhores de 2018. Veja se você concorda

Lendária revista “The Ring” elege os melhores de 2018. Veja se você concorda

O ucraniano Oleksandr Usyk, campeão unificado dos cruzadores, foi eleito o melhor boxeador do ano. Canelo x GGG II, a melhor luta. Veja os demais eleitos

Wilson Baldini Jr.

29 de dezembro de 2018 | 21h17

 

Enquanto muita gente insiste em enterrar as publicações, a revista “The Ring” continua ditando as normas na nobre arte mundial. Prestes a completar 97 anos, a “Bíblia do Boxe” revelou os vencedores para a eleição dos melhores de 2018.

O boxeador ucraniano Oleksander Usyk, campeão unificado dos cruzadores, foi eleito o melhor pugilista do ano. Ele fez três lutas em 2018. Derrotou Mairis Briedis, Murat Gassiev e Tony Bellew. Seu cartel invicto apresenta 16 vitórias, com 12 nocautes.

O título de “luta do ano” ficou para o segundo duelo entre Saúl Canelo Álvarez e Gennady GGG Golovkin, que aconteceu em setembro e teve o mexicano como vencedor após 12 roundes sensacionais.

O “Nocaute do Ano” foi para a vitória do japonês Naoya Inoue sobre o dominicado Juan Carlos Payano no primeiro assalto. O “Round do Ano” ficou para o 12º do duelo entre Deontay Wilder x Tyson Fury.

Aliás, Fury foi escolhido para o “Retorno do Ano”, após ficar três anos parado, enquanto o hondurenho peso leve Teófimo Lopez, de 21 anos,  ganhou destaque como o “Prospecto do Ano”. Ele acumula 11 vitórias, com nove nocautes.

Se você não concorda, dê a sua opinião.

Tudo o que sabemos sobre:

boxeThe RingOleksander UsikCaneloGGG

Tendências: