Liverpool contratou Joe Louis em 1944 para aumentar o número de seus torcedores

Liverpool contratou Joe Louis em 1944 para aumentar o número de seus torcedores

A lenda dos pesos pesados foi usada pelo exército norte-americano durante a Segunda Guerra Mundial para motivar as tropas que estavam na Europa

Wilson Baldini Jr.

04 de setembro de 2020 | 11h17

 

O Liverpool aproveitou a fama de Joe Louis na década de 40 para ganhar mais torcedores. Em 4 de julho de 1944, George Kay, diretor do clube inglês, que tentava o quinto título nacional de sua história, esperava na estação de trem em Anfield, junto com jogadores e funcionários do clube, o então campeão mundial dos pesos pesados, que fazia uma série de exibições na Europa a favor do exército dos Estados Unidos durante a 2ª Guerra Mundial.

“A Bomba Marron” desembarcou e logo passou a dar autógrafos a todos os presentes. Kay aproveitou e pediu para Louis colocar seu autógrafo em um formulário para inscrição no futebol amador do clube de Liverpool. Então, para torná-lo oficial, o Sr. Harold Tudor do British Football Council apareceu para ratificar o documento e Joe foi oficialmente colocado nos livros do Liverpool como jogador.

Durante os anos da Segunda Guerra, Joe Louis viajou mais de 35 mil quilômetros e fez 96 lutas de exibição. Ele foi campeão mundial de 1937 a 1949, somou 67 vitórias, com 53 nocautes, e três derrotas. Morreu em 12 de abril de 1981, aos 66 anos.

 

 

 

 

 

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

boxeJoe LouisLiverpool

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: