Lomachenko x Rigondeaux: pela tradição da nobre arte

Lomachenko x Rigondeaux: pela tradição da nobre arte

Canhotos somam quatro medalhas de ouro olímpicas e mais de 850 vitórias

Wilson Baldini Jr.

08 de dezembro de 2017 | 09h44

Reprodução/Twitter/@vasyllomachenko

 

O boxe é conhecido como “a nobre arte”. Neste sábado, no ringue do Madison Square Garden Theater, em Nova York, a luta entre o ucraniano Vasyl Lomachenko e o cubano Guillermo Rigondeaux tem tudo para ratificar este rótulo ostentado por seus fã em todo o mundo.

Lomachenko x Rigondeaux vai reunir dois dos lutadores mais técnicos de todos os tempos. um duelo de canhotos. O boxeador de Cuba foi campeão olímpico em Sydney-2000 e Atenas-2004. Somou 463 vitórias e apenas 12 derrotas. Ganhou notoriedade no Brasil, ao desertar da delegação de seu país durante os Jogos Pan-Americanos do Rio, em 2007, juntamente com seu compatriota Erislandy Lara.

Como profissional, soma 17 vitórias (11 nocautes) e já conquistou os cinturões dos supergalos da AMB e OMB. Canhoto, possui ótima defesa, baseada em jogos de pernas e esquiva impressionantes.

Lomachenko também foi bicampeão olímpico: Pequim-2008 e Londres-2012. Seu cartel como amador foi de 396 vitórias e apenas uma derrota. Ele teve um outro revés, diante do brasileiro Robson Conceição, ms o resultado foi revisto.

Com uma habilidade poucas vezes vista no boxe, o pugilista ucraniano inunda as redes sociais com imagens de seus treinamentos de agilidade, reflexo e resistência. Ele tem nove vitórias (sete por nocaute) e uma derrota – registrada logo em sua segunda luta, quando já tentou o título mundial.

Lomachenko é oito anos mais jovem (29 a 37) e é mais alto (1,68 metro contra 1,62 metro), mas tem uma envergadura menor (1,72 metro contra 1,66 metro).

“Eu vejo Lomachenko nocautear no nono round”, disse Bob Arum, que cuida da carreira do lutador da Ucrânia. O empresário até já anunciou que a próxima luta de seu pupilo será contra o mexicano Orlando Salido, que o derrotou em 2014.

“Vou ter meu braço erguido até com certa tranquilidade”, afirmou Rigondeaux. “Sou mais eficiente nos golpes e isso vai fazer a diferença.”

Lomachenko tem a preferência na bolsa de apostas: 4 por 1. Mas, independentemente do resultado, o grande vitorioso neste sábado à noite será o boxe.

O canal SporTV transmite a partir das 23h30 deste sábado.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.