Manny Pacquiao aconselha o político Juan Manuel Marquez: ‘Política não é um negócio, é um serviço público’

Manny Pacquiao aconselha o político Juan Manuel Marquez: ‘Política não é um negócio, é um serviço público’

Trabalho do filipino no senado das Filipinas foi elogiado pelo candidato a deputado federal no México

Wilson Baldini Jr.

16 de abril de 2021 | 13h19

 

O mexicano Juan Manuel Marquez, um dos maiores boxeadores de todos os tempos em seu país, anunciou recentemente que vai ser candidato a deputado federal. Ele aproveitou para elogiar o trabalho feito por Manny Pacquiao, um de seus maiores rivais em cima do ringue, que é senador nas Filipinas.

Pacquiao, que deverá lutar em meados deste ano, agradeceu os elogios e mandou um recado: “Sinto-me humilde por você ter notado meu trabalho nas Filipinas. Sejamos parceiros em nossa luta contra a corrupção. Lembre-se sempre – a política não é um negócio, é um serviço público. Desejo a você o melhor, meu amigo. Vaya con Diyos!”

Como parte de sua campanha eleitoral, Marquez, de 47 anos, anunciou uma exibição com o porto-riquenho Miguel Cotto. Já Pacquiao, de 42 anos, deve lutar em junho ou julho contra o norte-americano Terence Crawford, campeão dos meio-médios da Organização Mundial de Boxe.

Pacquiao e Marquez se enfrentaram quatro vezes, com duas vitórias do filipino, uma do mexicano e um empate.

 

Tudo o que sabemos sobre:

boxeManny PacquiaoJuan Manuel Marquez

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.