Matthysse é campeão mundial. Como Monzón, Locche, Perez, Galindez, Lousse, Coggi, Laciar…

Matthysse é campeão mundial. Como Monzón, Locche, Perez, Galindez, Lousse, Coggi, Laciar…

Novo campeão mundial dos meio-médios da Associação Mundial de Boxe se junta a outros 40 hermanos donos de título no boxe

Wilson Baldini Jr.

28 Janeiro 2018 | 11h26

crédito: Oscar De La Hoya-Twitter

 

 

O boxe argentino foi, é e sempre será um dos melhores do mundo. A nobre arte está na alma dos hermanos, que dominam com sobra na América do Sul.

No início da madrugada deste domingo, Lucas Matthysse escreveu seu nome na história do boxe, ao ganhar o título mundial dos meio-médios da Associação Mundial de Boxe, ao nocautear no oitavo assalto o tailandês Tewa Kiram, em Los Angeles.

Matthysse coloca seu nome em uma lista de outros 40 campeões mundiais argentinos, como Carlos Monzón, Pascual Perez, Nicolino Locche, Victor Galindez e tantos outros. E junto também do amigo Marcos Maidana, com quem iniciou a carreira amadora.

Matthysse é um rapaz humilde, educado, com quem tive o prazer de conversar em Las Vegas, em 2013, na semana em que ele enfrentou Danny Garcia.

Matthysse demosntrou garra durante toda sua carreira e merece esta conquista. Em 2015, quase ficou cego ao ser nocauteado pelo ucraniano Viktor Postol.

Colecionou triunfos grandiosos sobre Humberto Soto, DeMarcus Corley, John Molina Jr., Lamont Peterson e Ruslan Provodnikov. E foi valente até quando perdeu para Postol, Danny Garcia, Devon Alexander e Zab Judah.

Aos 35 anos, o título mundial chega em uma hora muito boa, pois a categoria dos meio-médios está pegando fogo e, com certeza, Oscar De La Hoya, que cuida da carreira do argentino, vai armar grandes lutas em um futuro próximo.

Parabéns, Matthysse! Parabéns, Argentina!