Milton Neves relembra Ali x Foreman: ‘Chorei como em todos os títulos do Santos e da seleção brasileira’

Milton Neves relembra Ali x Foreman: ‘Chorei como em todos os títulos do Santos e da seleção brasileira’

O "Silvio Santos do Rádio" fala da emoção em ver a grande vitória de Muhammad Ali, em Kinshasa, no Zaire, em 1974, diante de George Foreman

Wilson Baldini Jr.

27 de setembro de 2020 | 11h33

 

Aprendi cedo que o domingo é o dia mais importante para o esporte. É quando grandes momentos são vividos. E esta consciência eu tive logo no meu primeiro emprego, em 1987, quando fui rádio-escuta na Rádio Jovem Pan, juntamente com pessoas maravilhosas como Roberto Oliveira, ‘seu’ José Laforet, Cláudio Giannini, Antonio Henrique Rangel e Mario Zelic “Zivoiovic da Silva”.

Todos comandados por Milton Neves, o “Silvio Santos do Rádio”. Neste domingo, quero fazer uma homenagem a ele, que passa por um momento difícil, após a morte da mulher de mais de 40 décadas. Perguntei qual o grande momento do boxe que marcou sua vida?

“Muhammad Ali me fez chorar. Comemorei sua vitória como se fosse um título do Santos ou da seleção brasileira”, disse Milton, que aos 69 anos segue firme e forte na Rádio e TV Bandeirantes, referindo-se ao lendário confronto de 1974, no Zaire.

Força, Milton! O futebol, assim como o boxe, ama você!

Tudo o que sabemos sobre:

boxeMilton NevesMuhammad AliGeorge Foreman

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.