Nova sensação do boxe, Ryan Garcia revela desejo de enfrentar o ‘ídolo’ Manny Pacquiao

Nova sensação do boxe, Ryan Garcia revela desejo de enfrentar o ‘ídolo’ Manny Pacquiao

Antes de subir de peso, o norte-americano, de 22 anos, quer desafiar Gervonta Davis, dono do cinturão dos leves da Associação Mundial de Boxe

Wilson Baldini Jr.

04 de janeiro de 2021 | 22h07

 

Após a espetacular vitória sobre o britânico Luke Campbell, por nocaute, no sétimo assalto, sábado passado, o norte-americano Ryan Garcia, nova sensação do boxe mundial, revelou seus planos para 2021.

O pugilista, de 22 anos, pretende desafiar o compatriota Gervonta Davis, dono do cinturão dos leves da Associação Mundial de Boxe, e na sequência encarar o veterano Manny Pacquiao.

“Tenho o maior respeito por ele. Trata-se de um ídolo para mim e eu teria a maior honra em poder dividir um ringue com ele. Aceitaria subir para a categoria dos meio-médios-ligeiros ou meio-médios”, disse o invicto lutador, possuidor de um cartel de 21 lutas, com 18 nocautes.

Aos 42 anos, Pacquiao é campeão pela Associação Mundial de Boxe, mas não lutou em 2020. Pacman pretende fazer mais duas lutas antes da aposentadoria. Ele soma 62 vitórias (39 nocautes), sete derrotas e dois empates.

 

Tudo o que sabemos sobre:

boxeRyan GarciaManny Pacquiao

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.