O dia em que Michael Jordan se recusou a disputar o título mundial dos pesos pesados

O dia em que Michael Jordan se recusou a disputar o título mundial dos pesos pesados

Em 1994, astro do basquete, afastado das quadras para atuar no beisebol, teve uma proposta para lutar contra o vencedor entre Michael Moorer e Evander Holyfield.

Wilson Baldini Jr.

11 de maio de 2020 | 14h33

 

Em 1993, Michael Jordan interrompeu sua carreira no basquete para jogar beisebol e realizar um sonho de seu pai, que havia sido assassinado no ano anterior.

Antes de jogar pelos White Sox, Jordan teve uma proposta de US$ 15 milhões do empresário Dan Duva para enfrentar o vencedor de Evander Holyfield e Michael Moorer, que iriam duelar em 22 de abril. Um valor superior ao que ele havia ganho em três temporadas pelo Chicago Bulls.

“Eu não luto com esses caras nem com uma arma apontada para a minha cabeça”, afirmou o astro, que voltou a jogar pelo Chicago Bulls em 1995 para conquistar mais três títulos e somar seis taças da NBA.

Moorer venceu Holyfield e, em novembro de 1994, perdeu para o veterano George Foreman, por nocaute, no décimo assalto.

 

Tudo o que sabemos sobre:

boxeMichael Jordan

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.