O mito Roy Jones Jr. vai pendurar as luvas. Finalmente!

O mito Roy Jones Jr. vai pendurar as luvas. Finalmente!

Ele foi campeão dos médios, supermédios, meio-pesados e dos pesados

Wilson Baldini Jr.

07 Janeiro 2018 | 15h42

crédito: Steve Marcus/Reuters

Roy Jones Jr. completa 49 anos no próximo dia 16. E no dia 8 de fevereiro, enfim, um dos maiores boxeadores de todos os tempos vai pendurar as luvas.

Os quase 30 anos de carreira profissional podem ser explicados pelos inúmeros problemas financeiros. Uma série de mulheres também ajuda nos gastos extras.

Mas os feitos de Jones Jr. nos ringues jamais serão apagados. Ainda no amadorismo, foi vítima de um dos maiores roubos do esporte olímpico, ao ser declarado perdedor na disputa da medalha de ouro nos Jogos de Seul-1988.

A derrota fez o Comitê Olímpico Internacional mudar as regras do pugilismo. O então presidente Juan Antonio Samaranch chegou a fazer uma medalha de ouro para entregar a Jones, que jamais aceitou.

Como profissional, foi campeão dos médios, supermédios, meio-pesados e até dos pesados, em um combate histórico frente a John Ruiz.

Dono de uma técnica espetacular, esquiva exemplar e variedade de golpes inesgotável, Jones Jr. foi o que mais me lembrou Sugar Ray Robinson e o Leonard.

Desde 2004 atravessa uma fase muito ruim. Com derrotas acachapantes, diante de rivais que não mereceriam passar na frente do ginásio onde estivesse treinando.

Roy Jones vira lenda. E eu posso dizer: esse eu vi lutar!

Mais conteúdo sobre:

boxeboxingboxeoRoy Jones Jr.