O silencioso e solidário trabalho de Vitali Klitschko na prefeitura de Kiev

O silencioso e solidário trabalho de Vitali Klitschko na prefeitura de Kiev

Ex-campeão mundial dos pesos pesados mostra a mesma coragem e determinação agora como prefeito da capital ucraniana durante a guerra com a Rússia e atual prefeito da capital da Ucrânia

Wilson Baldini Jr.

03 de agosto de 2022 | 13h38

 

Vitaly Klitschko realiza um trabalho silencioso e solidário à frente da prefeitura de Kiev. O ex-campeão mundial dos pesos pesados mostra a mesma coragem e determinação agora na direção da capital ucraniana durante a guerra com a Rússia.

Ao lado do irmão Wladimir Klitschko, Vitaly praticamente está morando no prédio da prefeitura de Kiev, de onde, todos os dias, sai em vários pontos da cidade para apoiar os moradores e verificar o que o exército e funcionários do governo fazem para tentar minimizar ao máximo o sofrimento dos desabrigados e feridos.

Wladimir, inclusive, informou que após a guerra pretende retornar ao boxe para buscar o título mundial, que também já foi por mais de uma década. Se ele conseguir, aos 46 anos (idade atual), vai superar o feito de George Foreman, que em 1994 foi dono de cinturão na principal categoria do  boxe aos 45 anos.

Vitaly, de 51 anos, foi campeão peso pesado de 1999 a 2000 e de 2004 a 2012. Somou 47 lutas, com 45 vitórias (41 nocautes) e duas derrotas.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.