Onde você estava quando James Buster Douglas nocauteou Mike Tyson em 1990?

Onde você estava quando James Buster Douglas nocauteou Mike Tyson em 1990?

Há 30 anos, muita gente foi dormir apenas na manhã de domingo depois de discutir muito a primeira derrota do Iron Man

Wilson Baldini Jr.

11 de fevereiro de 2020 | 14h51

 

Toda luta de Mike Tyson era um evento em casa. Eu lia todas as matérias feitas por Edgard Alves (Folha de S. Paulo), Adalbe Negrão (Jornal da Tarde) e Roberto Pereira de Souza e Castilho de Andrade (Jornal da Tarde), além de conferir as matérias especiais feitas pela equipe de Luciano do Valle (TV Bandeirantes). Depois ia conversar com meu pai, que sabia muito sobre a nobre arte.

Mas para o duelo com James Buster Douglas, em 11 de fevereiro de 1990, o ambiente estava estranho. Tyson vivia uma época complicada. Não havia se recuperado do relacionamento conturbado com Robin Givens, Don King não era uma boa companhia e seu córner sabia quase nada de boxe.

Tudo isso ajudou para termos a maior surpresa da história do pugilismo. Douglas venceu por nocaute no décimo assalto. Sem acreditar no resultado, fui para a rua encontrar com os amigos que também gostavam de boxe. Meu pai foi dormir sem fazer comentários. Fiquei até 6h30 na Alameda Barão de Limeira tentando encontrar uma razão para tudo aquilo. Passadas três décadas, a discussão ainda permanece.

E você? Onde estava quando James Buster Douglas nocauteou Mike Tyson em 1990?

Tudo o que sabemos sobre:

boxeMike TysonJames Buster Douglas

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: