Oscar Valdez, o verdadeiro substituto de Julio Cesar Chavez

Oscar Valdez, o verdadeiro substituto de Julio Cesar Chavez

Campeão dos penas teve o queixo fraturado no quarto assalto, quebrou o nariz do rival no quinto e teve forças para vencer ao final dos 12 roundes

Wilson Baldini Jr.

11 Março 2018 | 13h08

crédito: Top Rank-divulgação

 

A história do boxe mexicano é rico em grandes pugilistas. Para muitos, o maior deles foi Julio Cesar Chavez. Uma série de campeões já se apresentaram pelos ringues do mundo depois de JC Chavez, mas um deles se destaca cada vez mais após cada combate.

Trata-se de Oscar Valdez, 27 anos, campeão dos penas, versão Organização Mundial de Boxe. Ele está invicto, com 24 vitórias, sendo 19 nocautes.

Técnico, preciso, forte, raçudo, valente, Valdez é um verdadeiro substituto de Chavez. Nesta madrugada de domingo, em Carson, na Califórnia, sua vitória sobre o britânico Scott Quigg foi brutal, emocionante, inesquecível.

Em 12 roundes eletrizantes, Valdez distribuiu quase mil golpes, teve o queixo quebrado no quarto round e quebrou o nariz do rival no quinto assalto. Venceu para os três jurados em uma decisão um pouco exagerada (118 a 110 e duas vezes 117 a 111). Um placar de 115 a 113 para o mexicano seria mais justo.

Quigg, que falhou ao não dar o peso limite da categoria, foi tão duro como já haviam sido Miguel Marriaga e Genesis Servania. Mas Valdez sempre supera seus grandes obstáculos e foi parar no hospital para tratar as lesões. Como um verdadeiro supercampeão.