Patrick x Castaño faz a gente lembrar de Eder x Miranda, Cambeiro x Monzón, Popó x Barrios…

Patrick x Castaño faz a gente lembrar de Eder x Miranda, Cambeiro x Monzón, Popó x Barrios…

Luta no sábado, com transmissão do DAZN a partir das 22 horas, vai valer o título mundial dos médios-ligeiros da Organização Mundial de Boxe

Wilson Baldini Jr.

09 de fevereiro de 2021 | 12h59

 

Além do título mundial dos médios-ligeiros da Organização Mundial de Boxe, o duelo entre Patrick Teixeira e Brian Castaño, neste sábado, nos Estados Unidos, vai marcar na história mais um capítulo da rivalidade Brasil x Argentina. Assim como em todos os esportes, no boxe também é possível relembrar de grandes momentos envolvendo atletas dos dois países.

Eder Jofre, o maior boxeador do Brasil em todos os tempos, teve quatro combates duríssimos com o argentino Ernesto Miranda. Nos dois primeiros, em 1957, foram registrados dois empates. Eles voltaram a se enfrentar em 1960, ano em que o Galo de Ouro conquistou o primeiro título mundial, e as vitórias ficaram com Eder, com direito a muita reclamação do adversário.

Felipe Sendón Cambeiro, espanhol de nascimento e morador em São Paulo na década de 60, lutou duas vezes com Carlos Monzón, apontado por muitos críticos como o maior peso médio da história. Conseguiu uma vitória em 1964 e perdeu no ano seguinte.

Em 2003, foi a vez de Acelino Popó Freitas encarar um duro rival argentino e obter uma das maiores vitórias de sua carreira. O rival foi foi  Jorge “La Hiena” Barrios, em Miami, com direito a clima de Maracanã lotado.

Esperamos que Patrik e Castaño honrem em cima do ringue esta tradição. E com vitória do representante da cidade catarinense de Sombrio.

TRANSMISSÃO – Patrick x Castaño é evento do DAZN e terá transmissão ao vivo para o Brasil. O lutador está nos Estados Unidos, onde intensifica seus treinamentos. Por causa da pandemia, Patrick teve problemas para conseguir o visto norte-americano no ano passado. Com isso, o boxeador correu até o risco de perder o cinturão, mas com intenso trabalho do manager Patrick Nascimento o duelo foi adiado a tempo do boxeador obter o documento.

Patrick ganhou o cinturão em 30 de novembro de 2019, quando venceu a eliminatória do cinturão diante do dominicano Carlos Adames, em Las Vegas, por pontos, após 12 rounds sensacionais. Ele soma 30 vitórias (22 nocautes) e apenas uma derrota. Castano está invicto como profissional. São 16 vitórias (12 nocautes) e um empate.

 

Tudo o que sabemos sobre:

boxePatrick TeixeiraBrian Castaño

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.