Peso Pesado alemão quebra queixo da namorada em 3 partes e pode pegar 10 anos de prisão

Peso Pesado alemão quebra queixo da namorada em 3 partes e pode pegar 10 anos de prisão

Tom Schwartz, de 26 anos, fez sua luta mais importante em 2019, quando perdeu por nocaute técnico para o britânico Tyson Fury

Wilson Baldini Jr.

18 de abril de 2021 | 11h38

 

O peso pesado alemão Tom Schwartz pode ser condenado a dez anos de prisão. O boxeador, de 26 anos, está sendo acusado de quebrar com um soco o queixo de sua ex-namorada Tessa Schimschar em três partes.

A agressão ocorreu em um estacionamento de um restaurante na cidade de Lostau, na Alemanha, em maio de 2020. A moça informou à polícia que já fora vítima de outros casos de violência do namorado. O julgamento começa na terça-feira.

“Durante a briga, ele deu um forte soco que quebrou o maxilar inferior em três partes”, disse o promotor Thomas Kramer. Não está claro se os dois ainda mantinham relacionamento na época. Segundo o jornal Bild, o casal esteve junto de 2016 a 2019, quando chegaram a ficar noivos, antes da separação.

A cantora e compositora alemão Annemarie Eilfeld, de 30 anos, ex-namorada de Schwartz, também afirmou que sofrera agressões do pugilista, que sempre apresentava momentos de grande raiva e violência durante o relacionamento entre os anos de 2014 e 2015. “Tom é uma bomba relógio. Eu também fui ao pronto-socorro por causa dele.” A cantora disse que chegou a usar uma jaqueta com mangas longas para esconder os hematomas nos braços.

Schwartz, de 1,97 metro, tem um cartel de 27 lutas, com 26 vitórias, sendo 18 nocautes. Seu combate mais importante foi em 2019, quando perdeu para o britânico Tyson Fury, por nocaute técnico, no segundo assalto, o título intercontinental da Organização Mundial de Boxe.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.