Plataforma dona dos direitos de Tyson x Jones espera arrecadar US$ 50 milhões só com PPV

Plataforma dona dos direitos de Tyson x Jones espera arrecadar US$ 50 milhões só com PPV

Um youtuber famoso será contratado para o evento de 12 de setembro, que terá três horas de duração e exibido para todo o mundo

Wilson Baldini Jr.

01 de agosto de 2020 | 13h10

 

A plataforma Triller, dona dos direitos da luta Mike Tyson x Roy Jones Jr, em 12 de setembro, em Los Angeles, espera arrecadar US$ 50 milhões só com pay per view. A Assinatura para ver a luta vai custar US$ 50 nos Estados Unidos. Com cinco anos, a empresa aposta no carisma do ex-campeão mundial para impulsionar uma “liga de lendas”.

Um youtuber famoso será contratado para o evento, que terá três horas de duração e exibido para todo o mundo. Várias personalidades são aguardadas para as lutas preliminares, que serão anunciadas nos próximos dias. Celebridades da música também vão marcar presença.

Para incrementar as lutas de boxe, espera-se nomes como os de Evander Holyfield, James Toney e Shannon Briggs. A ideia é que as lutas passem um pouco do ponto e se tornem um pouco mais disputadas, apesar da idade avançada dos lendários lutadores.

Tudo o que sabemos sobre:

boxeTysonJonesTriller

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.