Por causa de vírus, Esquiva Falcão não embarca para a luta na China

Por causa de vírus, Esquiva Falcão não embarca para a luta na China

Top Rank, empresa que organiza a carreira do lutador brasileiro, procura uma nova data e local para o duelo com o chinês Ainiwaer Yilixiati

Wilson Baldini Jr.

23 de janeiro de 2020 | 18h58

 

Esquiva Falcão não luta mais na China dia 2. Segundo Sergio Batarelli, que falou com este blog via WhatsApp, toda a equipe do boxeador brasileiro não vai mais embarcar para Haikou, onde o medalhista de prata em Londres-2012 iria enfrentar o chinês Ainiwaer Yilixiati. Motivo: o coronavírus.

“A equipe da ESPN, que iria transmitir a luta, se recusou a entrar no avião e agora estamos esperando uma informação da Top ran para saber novo local e data da luta”, afirmou Batarelli, conselheiro do lutador nacional.

Esquiva chegou a gravar um vídeo confirmando a viagem, mas depois recebeu a recomendação para não seguir até a China.

A luta entre Esquiva x Yilixiati valeria pelo cinturão silver do Conselho Mundial de Boxe e o brasileiro tinha a promessa de que, em caso de vitória, ter a chance de disputar o título mundial em seguida.

Tudo o que sabemos sobre:

boxeEsquiva Falcão

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.