Por conta do contrato de US$ 365 milhões, DAZN exige Canelo x GGG III ainda este ano

Casaque não aceita luta em Las Vegas, local desejado pelo mexicano, que tem outras propostas, como encarar Callum Smith, na Inglaterra

Wilson Baldini Jr.

21 de junho de 2019 | 12h28

 

A empresa DAZN está fazendo valer o contrato de US$ 365 milhões assinado com o mexicano Saúl Canelo Álvarez e exige a terceira luta com Gennady GGG Golovkin ainda para este ano.

As negociações começaram atrapalhadas logo na escolha pelo local da luta. Canelo exige Las Vegas, mas GGG não aceita e prefere Nova York ou Texas. Com isso, a Golden Boy ameaçou abrir negociação com Callum Smith para um possível duelo na Inglaterra.

A atitude não agradou aos comandantes da DAZN, que prometeram a GGG a marcação rápida da terceira luta com Canelo. Outro ponto é que a empresa de streaming britânica tem em seu planejamento grandes eventos para o lutador do México para que possam justificar o contrato bilionário assinado para 11 combates. Até agora foram feitas duas lutas.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.