Primeiro boxeador transgênero estreia com vitória no boxe profissional

Primeiro boxeador transgênero estreia com vitória no boxe profissional

Patricio "Pat" Manuel, de 33 anos, derrotou o mexicano Hugo Aguillar, neste sábado, em Índio, Califórnia, por pontos, após quatro roundes

Wilson Baldini Jr.

09 Dezembro 2018 | 00h56

 

O norte-americano Patricio “Pat” Manuel tornou-se neste sábado, em Índio, na Califórnia, o primeiro boxeador transgênero a lutar e conquistar uma vitória no boxe profissional. Natural de Santa Mônica, Califórnia, o pugilista venceu, por pontos, após quatro assaltos o mexicano Hugo Aguillar. Os três jurados foram unânimes ao apontar 39 a 37.

“Estou muito feliz. Agradeço a todos que me deram esta oportunidade e espero que minha vitória crie um espaço a mais no esporte”, disse Patricio, que lutou no boxe feminino e tentou, sem sucesso, uma vaga no time olímpico dos Estados Unidos para a Olimpíada de Londres, em 2012.

O superpena Patricio Manuel mostrou garra no segundo assalto quando suportou o castigo e quase caiu duas vezes ao receber golpes duros de Aguillar, que soma seis derrotas em seis lutas.

O boxeador, de 33 anos, assinou contrato para apenas esta luta com a empresa Golden Boy Promotions, de Oscar De La Hoya. “Espero ter outras oportunidades. Eu vou voltar”, disse o pugilista, que teve de se submeter a vários exames para obter a licença da Comissão Atlética da Califórnia.