Quase 34 milhões de mexicanos viram Canelo x GGG 2

Quase 34 milhões de mexicanos viram Canelo x GGG 2

Segundo Oscar De La Hoya, luta de sábado passado deve alcançar 1,5 milhão de assinaturas no sistema pay per view. No Brasil, audiência foi "muito boa"

Wilson Baldini Jr.

21 de setembro de 2018 | 07h59

 

Um quarto da população do México esteve diante da televisão sábado passado para assistir à vitória de Saul Canelo Alvarez sobre Gennady GGG Golovkin. Quase 34 milhões de telespectadores se dividiram entre os canais Azteca 7, Canal 5 (abertos) e Canal Space (fechado).

A TV Azteca 7 liderou a audiência com 14,1 pontos, com 11,9 milhões de telespectadores de pico. O Canal 5 10, 4 milhões como seu maior índice.

Em Guadalajara e Monterrey, onde Canelo possui o maior número de fãs, os números atingiram 11 milhões de pessoas acompanhando o grande duelo, que valeu os cinturões dos pesos médios do Conselho Mundial e da Associação Mundial de Boxe. Isso significa que 68% das tvs ligadas estavam de olho no combate.

Canelo x GGG2 entra para a história do boxe mexicano como uma de maior audiência, ao lado de Juan Manuel Márquez x  Manny Pacquiao, Pacquiao x Antonio Margarito, Pacquiao x Floyd Mayweather, Margarito x Miguel Cotto e Canelo x Julio César Chávez Jr.

Oscar De La Hoya, empresário de Canelo, afirmou que a luta deve ter vendido mais de 1,5 milhão de assinaturas no sistema pay per view, superando os 1,35 do primeiro duelo em setembro do ano passado.

No Brasil, o canal SporTV festejou a “audiência muito boa”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: