Quem foi melhor: Cassius Clay ou Muhammad Ali?

Quem foi melhor: Cassius Clay ou Muhammad Ali?

Clay era mais novo, mais rápido, mais leve, enquanto Ali foi mais cerebral, genial, marcante... Escolha o melhor, se puder! Que tal um empate? Depois de mil rounds!

Wilson Baldini Jr.

31 de julho de 2020 | 09h39

 

O meu amigo Luiz Aquino Filho me perguntou na quinta-feira à noite: “Quem foi melhor: Cassius Clay ou Muhammad Ali?” Como boxeador, Clay, aliado à juventude, sempre foi dono de um estilo clássico, leve, lindo de se ver no ringue. Não tinha físico para encarar os grandalhões pesos pesados, mas sabia como ninguém se esquivar e aplicar os golpes com precisão. Foi desta forma que conquistou a medalha de ouro em Roma, 1960, e deu show diante de Archie Moore, Henry Cooper e Sonny Liston (primeira luta).

Fora do ringue, foi Cassius Clay que teve a coragem de assumir uma religião e um nome muçulmano e posteriormente bater de frente com o governo norte-americano, ao não se apresentar ao exército para ir à Guerra do Vietnã em uma época que a palavra de um negro nos Estados Unidos nada valia.

Muhammad Ali reconquistou por duas vezes o cinturão dos pesados. Enfrentou guerras com Ken Norton, George Foreman e principalmente Joe Frazier, seu maior rival dentro do quadrilátero. Por causa da idade e do período afastado por causa da renúncia de ir à guerra, ficou com um físico mais avantajado, sem a mesma velocidade, mas com a inteligência que o fez um dos maiores de todos os tempos.

Pensando melhor……que tal um empate? Depois de mil rounds!

Tudo o que sabemos sobre:

boxeCassius ClayMuhammad Ali

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: