Reunião de empresários em Nova York prevê Wilder x Joshua em 2018

Reunião de empresários em Nova York prevê Wilder x Joshua em 2018

Local do esperado combate entre os pesos pesados deve ser Nova York

Wilson Baldini Jr.

10 Novembro 2017 | 10h14

 

Os empresários Eddie Hearn, Al Haymon e Shelly Finkel se encontraram em um restaurante no centro de Manhattan, quinta-feira, para organizar o duelo entre os pesos pesados Deontay Wilder e Anthony Joshua.

Segundo Finkel, que cuida da carreira de Wilder, o encontro “foi melhor que o esperado”. “Foi uma boa reunião. Fiquei agradavelmente surpreso “, afirmou o experiente empresário. “Temos dois projetos. Um encontro em março é uma possibilidade ou os lutadores terão uma luta interina projetada para aumentar o perfil de ambos. Talvez, até, em uma mesma programação.”

“Lutas deste tamanho sempre causam negociações muito difíceis, mas gostei muito da conversa”, disse Hearn, empresário de Joshua. “Acho que poderemos fazer este enorme evento em julho ou no fim do ano.”

Surgem como possíveis adversários para Wilder e Joshua o campeão da OMB, Joseph Parker, o invicto Jarrell (Big Baby) Miller (que luta neste sábado) e inglês Dillian Whyte, primeiro colocado no ranking do CMB.

Wilder teve uma revanche com Bermane Stiverne, de quem ganhou o título do CMB em 2015, sábado passado, e venceu por nocaute no primeiro round no Barclays Center. Joshua derrotou o camaronês Carlos Takam, por nocaute técnico no 10.º round, em Cardiff , País de Gales, em 28 de outubro.

Finkel revelou que Wilder x Joshua poderá ter como sede a cidade de Nova York. “Pode ser no Madison Square Garden ou no Barclay´s Center. Seria ótimo para os ingleses. Acho que até sete mil ingleses poderão vir para ver o combate.”