Roberto “Manos de Piedra” Durán é diagnosticado com a covid-19

Roberto “Manos de Piedra” Durán é diagnosticado com a covid-19

Anuncio foi feito nesta quinta-feira à noite pelo filho do lendário ex-boxeador, de 69 anos. Segundo informações, o panamenho estaria internado em um hospital na Cidade do Panamá, mas com sinais de gripe simples

Wilson Baldini Jr.

25 de junho de 2020 | 22h59

 

Robin Durán Iglesias, filho do lendário ex-campeão Roberto “Manos de Piedra” Durán, informou, nesta quinta-feira à noite, que seu pai foi diagnosticado com a covid-19, após ter sido submetido a exames.

“Acabam de chegar os exames de meu pai e é nosso dever como família comunicá-los a informação correta. Por enquanto, os sintomas são apenas de um simples resfriado. Não está em cuidados intensivos e nem em respiradores, mas segue em observação. Acabamos de falar com os médicos e eles comentaram que os pulmões estão bem e não há indícios de gravidade. Seguimos com fé de que tudo ficará bem. Manteremos informados. Saudações”, escreveu Robin em suas redes sociais.

No dia último dia 16, Durán completou 69 anos de idade. Ele foi campeão mundial em quatro categorias: leves, meio-médios, médios-ligeiros e médios. Lutou de 1968 a 2001 e acumulou um cartel de 103 vitórias (70 nocautes) e 16 derrotas. Fez parte do “Quarteto Fantástico” ao lado de Sugar Ray Leonard, Thomas Hearns e Marvin Hagler.

 

Tudo o que sabemos sobre:

boxeRoberto DuranManos de Piedracovid-19

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: