Robson Conceição disputa o título mundial dos superpenas dia 10 de setembro nos EUA

Robson Conceição disputa o título mundial dos superpenas dia 10 de setembro nos EUA

Medalha de ouro na Rio-2016, boxeador baiano, de 32 anos, vai tentar ser o sexto brasileiro a conquistar um título mundial no boxe profissional

Wilson Baldini Jr.

20 de julho de 2021 | 14h05

 

 

 

É oficial. Robson Conceição vai desafiar o mexicano Oscar Valdez, dia 10 de setembro, em Tucson, Estados Unidos, pelo título mundial dos superpenas do Conselho Mundial de Boxe. O brasileiro viaja dia 1º para finalizar os treinamentos no ginásio da empresa Top Rank, em Las Vegas.

A razão para ter Valdez x Conceição é porque o mexicano (29-0, 23 KOs), 30 anos, integrante da equipe olímpica do México nas olimpíadas de 2008 e 2012, gostaria de se vingar de uma derrota no amador diante do brasileiro (16-0, 8 KOs), de 32 anos, ocorrida na final dos Jogos Pan-americanos de 2009 na Cidade do México, quando o lutador nacional ganhou a medalha de ouro. Robson conquistaria a medalha de ouro olímpica no Rio, em 2016.

“Essa é uma luta dura e boa. O Oscar pode vencer, mas o outro cara, Conceição, é medalhista de ouro olímpico, invicto e venceu o Oscar no amadorismo. Robson não é um pegador, mas é muito hábil. É uma luta dura”, disse Bob Arum, dono da Top Rank, empresa que cuida da carreira dos dois boxeadores.

Robson Conceição vai tentar ser o sexto brasileiro a conquistar um título mundial no boxe profissional. Os outros foram Eder Jofre, Miguel de Oliveira, Acelino Popó Freitas, Valdemir Sertão Pereira e Patrick Teixeira.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.