Sábado histórico: KO assustador, Monstro japonês, a guerra de Robson Conceição e a técnica de Usyk

Sábado histórico: KO assustador, Monstro japonês, a guerra de Robson Conceição e a técnica de Usyk

Dia 31 de outubro de 2020 foi um dos dias mais espetaculares da nobre arte. Quatro lutas sensacionais com resultados para serem lembrados por muito tempo

Wilson Baldini Jr.

01 de novembro de 2020 | 11h45

crédito: Esther Lin/SHOWTIME

 

31 de outubro de 2020 foi um dos dias mais espetaculares da nobre arte. Quatro lutas sensacionais com resultados para serem lembrados por muito tempo. Tudo começou em Wembley, Londres, onde Oleksandr Usyk ganhou credibilidade entre os pesos pesados, ao derrotar Dereck Chisora, por pontos, após 12 assaltos em que se viu a técnica do ucraniano superar a força do britânico.

Depois foi a vez de Robson Conceição superar uma guerra diante do norte-americano Luis Coria, em Las Vegas. Foram dez rounds de tirar o fôlego, como brasileiro sofrendo queda no segundo, perdendo ponto por golpe irregular no quarto e sexto, e lutando como um leão nos assaltos finais.

No começo da madrugada, as atenções se voltaram para as apresentações de Naoya Inoue x Jason Moloney e Gervonta Davis x Leo Santa Cruz. O monstro japonês mostrou mais uma vez que não tem adversário entre os pesos galos e moeu o australiano, com um belo nocaute no sétimo assalto, fruto de uma bomba no direto de direita.

Já o pupilo de Floyd Mayweather conseguiu o nocaute mais assustador dos últimos anos, ao conectar um contragolpe mortal em Santa Cruz, que caiu desacordado e demorou para recuperar os sentidos. O upper de esquerda entrou após a esquiva do direto de direita. Davis mostra que com a cebça no lugar é um lutador muito acima da média.

E o fim do ano promete ser repleto de grandes combates. É a nobre arte, mais viva do que nunca!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: