Saúl Canelo Álvarez derrota Daniel Jacobs, mas a vitória maior é do boxe

Saúl Canelo Álvarez derrota Daniel Jacobs, mas a vitória maior é do boxe

Com outro triunfo histórico, mexicano se consagra como o pugilista mais importante da atualidade, ao somar títulos, credibilidade e fama

Wilson Baldini Jr.

05 de maio de 2019 | 06h06

 

Com poder de ataque, uma defesa sólida e grande variedade de golpes, o mexicano Saúl Canelo Álvarez derrotou o norte-americano Daniel Jacobs, no início da madrugada deste domingo, por pontos, após 12 assaltos, no ringue da T-Mobile Arena, em Las Vegas. Os três jurados foram unânimes: 116 a 112 e 115 a 113 (duas vezes). Além de manter o título da Associação Mundial e Conselho Mundial de Boxe, Canelo, de 28 anos, também somou o cinturão da Federação Internacional de Boxe, que era de Jacobs.

Mas o grande vencedor da noite foi o boxe. Que mais uma vez viu seu principal nome da atualidade obter mais uma grande vitória, diante de um grande adevrsário. Com isso, Canelo aumenta sua fama, credibilidade e coloca a nobre arte em destaque, onde ela merece sempre estar.

Canelo já é um dos maiores nomes da história do boxe. Aos 28 anos, ainda tem muito por fazer e, por isso, fica impossível colocá-lo em uma lista dos melhores de todos os tempos. Mas sua lista de vitórias impressiona. Vaale a pena conferir alguns deles:

Shane Mosley

Austin Trout

Erislandy Lara

Miguel Cotto

Amir Khan

Liam Smith

Julio Cesar Chavez Jr.

Gennady Golovkin (uma vitória e um empate)

Daniel Jacobs

E vem muito mais por aí. Seu milionário contrato com a empresa DAZN, de US$ 365 milhões), o obriga a enfrentar os melhores. O mexicano já soma títulos dos médios-ligeiros, médios, supermédios e sonha com o cinturão dos meio-pesados.

 

Tudo o que sabemos sobre:

boxeSaul Canelo Alvarez

Tendências: