Sondado, Acelino Popó Freitas diz que aceita ser o adversário de Oscar De La Hoya

Tetracampeão mundial recebeu convite por intermédio da Banner Promotions, empresa de Arthur Pellulo, que cuidou de sua carreira internacional

Wilson Baldini Jr.

20 de agosto de 2020 | 16h40

 

Acelino Popó Freitas recebeu convite por intermédio da Banner Promotions, empresa de Arthur Pellulo, que cuidou de sua carreira internacional, para ser o adversário de Oscar De La Hoya em um combate previsto para o início de 2021. Seria uma luta profissional e não uma exibição.

O tetracampeão mundial afirmou que aceita a proposta. De La Hoya está escolhendo o rival, que vai ter de lutar entre os pesos dos médios-ligeiros e médios.  Em 2012, Popo lutou como médio-ligeiro diante de Michael Oliveira, no Uruguai, e venceu por nocaute no nono assalto. Três anos depois derrubou o argentino Mateon Damián Veron no terceiro assalto também nesta categoria. Já em 2017, quando venceu o mexicano Gabriel Martinez, por pontos, lutou como peso médio.

Popó completa 45 anos em 21 de setembro. Seu cartel é de 41 vitórias (34 nocautes) e duas derrotas. Campeão olímpico em Barcelona/1992, De La Hoya, de 47 anos, é apontado como um dos melhores da história e é dono de um cartel de 39 vitórias (30 nocautes) e seis derrotas. Somou cinturões em seis categorias de peso.

O interessante é que Popó criticou muito quando Mike Tyson anunciou seu retorno para a luta com Roy Jones Jr. “Ele é um vovô para o boxe”, disse brasileiro, nove anos mais novo que o norte-americano.

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

boxeOscar De La HoyaAcelino Popó Freitas

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.