Terceiro na FIB, Esquiva está ranqueado nas 4 maiores organizações do boxe mundial

Medalhista de prata em Londres-2012 deverá fazer uma eliminatória para o título mundial, após a pandemia do coronavírus

Wilson Baldini Jr.

15 de abril de 2020 | 16h34

 

Esquiva Falcão assumiu a terceira colocação no ranking mundial dos pesos médios (até 72,575 quilos) da Federação Internacional de Boxe (FIB). Medalhista de prata em Londres-2012, o boxeador lutou pela última vez na oitava edição do Boxing For You, em São Paulo, dia 29 de março, quando venceu o argentino Jorge Daniel Miranda, por abandono, no quinto assalto.

Com esta nova colocação, Esquiva tem seu nome ranqueado nas quatro principais organizações do boxe internacional. Ele é o sexto no Conselho Mundial de Boxe (CMB), sétimo na Organização Mundial de Boxe (OMB) e 13.º na Associação Mundial de Boxe (AMB).

Com um cartel invicto, com 26 vitórias (18 nocautes), Esquiva espera pelo fim da pandemia do coronavírus para ter uma oportunidade de disputar um cinturão mundial.

Para chegar a ter a chance de tentar um cinturão, Esquiva deverá fazer uma eliminatória diante do polonês Kamil Szeremeta ou com o alemão Patrick Wojcicki, primeiro e segundo colocados, respectivamente na FIB.

Os atuais campeões são o mexicano Saul Canelo Alvarez (AMB), o casaque Gennady GGG Golovkin (FIB) e os norte-americanos Jermall Charlo (CMB) e Demetrius Andrade (OMB).

Tudo o que sabemos sobre:

boxeEsquiva Falcão

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.