Todo boxeador deveria ter a coragem, a humildade e a dignidade de Fabio Maldonado

Todo boxeador deveria ter a coragem, a humildade e a dignidade de Fabio Maldonado

O "Caipira de Aço" perdeu, nesta sexta-feira, nos EUA para o duríssimo peso pesado camaronês Carlos Takam, por pontos, após dez assaltos

Wilson Baldini Jr.

29 de fevereiro de 2020 | 16h52

 

Fabio Maldonado, o “Capira de Aço”, perdeu, nesta sexta-feira, em Huntington, Nova York, Estados Unidos, para o camaronês Carlos Takam, por pontos, após dez assaltos.

Como sempre, o peso pesado nacional se apresentou digno, corajoso, valente, como faz em seus quase 40 anos de vida. Como seria legal se todos os boxeadores tivessem a postura de Maldonado.

A derrota é o que menos conta. Toda vez que ele está no ringue, o amante da nobre arte tem garantido de que um verdadeiro guerreiro estará em ação. Durante meia hora trocou golpes com um dos pesos pesados mais importantes da atualidade e que deverá disputar o título mundial mais uma vez em breve.

Grande, Maldonado!

 

Tudo o que sabemos sobre:

boxeFabio Maldonado

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: