TV não compra os direitos de Lomachenko x López, mas passa Sassuolo, Wolverhampton, Troicki e Krueger

Boxe merecia ter o mesmo tratamento dado a modalidades como futebol e tênis; luta desta noite em Las Vegas tem potencial para ser o evento do ano

Wilson Baldini Jr.

17 de outubro de 2020 | 16h01

 

O boxe merecia ter o mesmo tratamento dado a modalidades como futebol e tênis. A luta desta noite em Las Vegas, entre Vasyl Lomachenko e Teófimo López tem potencial para ser o evento do ano e não terá transmissão para o Brasil. Uma pena.

Comprar apenas a luta ficaria caro, por isso o certo é comprar pacotes com dezenas de noitadas, assim como é feito no futebol. Tem Manchester United x Barcelona, mas também passa Sassuolo x Wolverhampton. Tem a final de Wimbledon entre Roger Federer x Rafael Nadal, mas leva na bagagem Viktor Troicki e Mitchell Krueger.

A Top Rank negocia Lomachenko x López e mandaria junto um monte de luta “meia-boca”, que serviriam para aumentar a audiência de lutas no futuro. Sábado à noite é o horário do boxe. Só assim se cria um público fiel.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: