Tyson Fury diz ter se inspirado em Rocky Balboa para superar quedas no 4º round diante de Deontay Wilder

"Eu nunca pensei, 'Isso acabou'", disse Fury. “Eu estava pensando,‘ Ok, foi um bom golpe. Mas voltarei com você em um minuto. E eu fiz isso. Eu estava muito consciente"

Wilson Baldini Jr.

12 de outubro de 2021 | 15h59

 

Tyson Fury disse ter se inspirado em Rocky Balboa para superar as duas quedas sofridas no 4º round diante de Deontay Wilder, sábado, na T-Mobile Arena, em Las Vegas, e obter a sensacional vitória por nocaute no round 11.

“Eu nunca pensei, ‘Isso acabou'”, disse Fury. “Eu estava pensando,‘ Ok, foi um bom golpe. Mas voltarei com você em um minuto. E eu fiz isso. Eu estava muito consciente. Eu vi o juiz contar, “três, quatro”. E eu sempre estive lá. Ele me sacudiu, ele me jogou, e isso é boxe.  Se você for nadar, vai se molhar. Se você brincar com fogo, você vai queimar. Já fiz três lutas com o pegador mais forte da história do meu esporte e da minha categoria. E ele me acertou duas vezes no quarto assalto”, disse o dono do título do CMB.

“E a vida também é assim”, refletiu Fury. “Não se trata de quantas vezes você é derrubado, ou quantas vezes você perde ou ganha. É sobre como você pode voltar, continuar se levantando e seguir em frente. Como disse Rocky, você tem que seguir em frente de forma positiva e continuar lutando. Não apenas em uma luta de boxe, mas na vida em geral, porque nada nunca será fácil. Se você quer algo que é muito difícil de conseguir, tem que se sacrificar, se dedicar e continuar tentando, aconteça o que acontecer, e nunca deixe ninguém lhe dizer que você não pode. Porque esta noite, repetidamente, provei que é muito possível conseguir tudo o que se deseja, desde que acredite aqui (apontou para a cabeça).”

Sylvester Stallone parabenizou Tyson Fury: “Parabéns a TYSON FURY pela incrível demonstração de força, coragem e VALOR no campeonato! Também um grande respeito por Deontay Wilder, que provou ser um guerreiro! É por isso que amo tanto o esporte.”

Tudo o que sabemos sobre:

boxeTyson FuryDeontay Wilder

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.