Tyson Fury e Deontay Wilder III já tem garantido R$ 100 milhões em ingressos

Cada boxeador deverá receber cerca de US$ 25 milhões pelo duelo previsto para 9 de outubro, na T-Mobile Arena, em Las Vegas

Wilson Baldini Jr.

19 de julho de 2021 | 10h21

 

 

A terceira luta entre o britânico Tyson Fury e o norte-americano Deontay Wilder, em 9 de outubro, na T-Mobile Arena, em Las Vegas, já vendeu cerca de 14 milhões de libras, cerca de R$ 100 milhões em ingressos. A informação foi dada pelo empresário Frank Warren, co-promotor de Fury. Cada boxeador deverá receber cerca de US$ 25 milhões.

A terceira luta entre os pesos pesados estava marcada para dia 24 de julho, mas teve de ser adiada porque. Tyson Fury e outros membros de sua equipe foram diagnosticados com covid-19.

Com isso, o duelo válido pelo título mundial dos pesos pesados, versão Conselho Mundial de Boxe, está previsto para o segundo sábado de outubro.

Na primeira luta, em dezembro de 2018, os dois empataram, enquanto no segundo duelo, em fevereiro de 2020, a vitória ficou com Fury por nocaute no sétimo assalto.

Se Fury voltar a vencer Wilder, o britânico deverá enfrentar o ganhador de Anthony Joshua e Oleksandr Usyk, que vão duelar no estádio do Tottenham, em Londres, em 25 de setembro. Um triunfo de Wilder poderá ocasionar um quarto confronto com Fury.

Tudo o que sabemos sobre:

boxeDeontay WilderTyson Fury

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.