Veja a pontuação dos jurados na histórica vitória de Patrick Teixeira, o novo campeão dos médios-ligeiros

Veja a pontuação dos jurados na histórica vitória de Patrick Teixeira, o novo campeão dos médios-ligeiros

Brasileiro teve melhor desempenho na luta, segundo as papeletas, após conseguir a queda do dominicado Carlos Adames no sétimo assalto

Wilson Baldini Jr.

01 de dezembro de 2019 | 03h19

 

Patrick Teixeira venceu o dominicano Carlos Adames, por pontos, após 12 assaltos, neste sábado, em Las Vegas, para conquistar o título interino da Organização Mundial de Boxe. Ele será anunciado como campeão mundial, nesta semana, em Tóquio, no Japão, durante convenção anual da OMB, pois o mexicano Jaime Munguia subiu de categoria e abdicou do cinturão.

Mas para chegar à vitória diante de Adames, Patrick precisou de muito esforço. As anotações do jurados da luta mostraram o equilíbrio da disputa. Confira a pontuação e veja que ao final do sétimo assalto, quando o brasileiro chegou a derrubar o adversário, o combate estava empatado com um juiz vendo Patrick à frente (67 a 65), outro analisando vantagem para o rival (65 a 67) e um terceiro apontando empate (66 pontos).

Patrick reagiu na parte final da luta e chegou para a disputa do último round com a vitória nas mãos, só não podendo ser nocauteado ou levado ao knock down (106 a 102, 105 a 103 e 104 a 104).

Esta foi a pontuação de cada jurado, com Patrick sendo dono da primeira nota:

Tim Cheatham: 1.º – 10-9; 2.º – 10-9; 3.º – 9-10; 4.º- 9-10; 5.º – 10-9; 6.º 9-10; 7.º – 10-8; 8.º – 9-10; 9.º 10-9; 10.º – 10-9; 11.º – 10-9 e 12.º – 10-9 (total: 116 a 111).

Glen Trwbridge: 1.º – 9-10; 2.º – 10-9; 3.º – 9-10; 4.º – 9-10; 5.º – 9-10; 6.º – 9-10; 7.º 10-8; 8.º – 10-9; 9.º – 10-9; 10.º – 10-9; 11.º – 10-9; e 12.º – 9-10 (total: 114 a 113).

Julie Lederman: 1.º – 9-10; 2.º – 10-9; 3.º – 9-10; 4.º – 9-10; 5.º – 10-9; 6.º – 9-10; 7.º – 10-8; 8.º – 10-9; 9.º – 9-10; 10.º – 10-9; 11.º – 9-10; e 12.º – 10-9 (total: 114 a 113).

 

Tudo o que sabemos sobre:

boxePatrick TeixeiraCarlos Adames