Wladimir Klitschko prepara retorno para março no DAZN. Adversário pode ser Shannon Briggs

Aos 43 anos, ucraniano ex-campeão mundial dos pesos pesados não luta desde a derrota para Anthony Joshua, em abril de 2017

Wilson Baldini Jr.

28 de dezembro de 2019 | 18h28

 

Afastado dos ringues desde abril de 2017, quando perdeu para Anthony Joshua, no Estádio de Wembley, diante de 90 mil pessoas, em Londres, Wladimir Klitschko prepara seu retorno para o primeiro trimestre de 2020. O ex-campeão mundila negocia contrato com o DAZN e com o empresário Eddie Hearn.

Aos 43 anos, o ucraniano, que ao lado do irmão Vitaly dominou a categoria dos pesos pesados por uma década, tem como rival preferido para voltar à ativa o norte-americano Shannon Briggs. Os dois já travaram grandes “duelos” nas redes sociais e poderia ser um bom atrativo. Briggs está com 48 anos.

Com uma boa vitória, Wladimir planeja ter um duelo com Joshua ou com o vencedor entre Deontay Wilder e Tyson Fury, que farão o segundo combate entre amos, dia 22 de fevereiro, em Las Vegas, no ringue do MGM Hotel.

Klitschko tem um cartel de 64 vitórias (53 nocautes) e cinco derrotas.

Tudo o que sabemos sobre:

boxeWladimir KlitschkoShannon Briggs

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: