A vida boa do Gaúcho

Jornal da Tarde

27 de fevereiro de 2012 | 22h47

Na minha época de jogador, quando um fora de série insistia em não andar na linha fora de campo sempre tinha alguém no grupo que chegava junto e dava uma enquadrada no cara para ele entrar nos eixos. Por que toquei nesse assunto? Por causa da falta de cobrança ao Ronaldinho Gaúcho no Flamengo.

Ele faz o que quer e ninguém fala nada. Treina quando quer, joga quando quer (e anda querendo muito pouco), vive na balada… O Joel Santana não vai falar nada mesmo, porque foi contratado justamente para não falar e não “incomodar” o craque.

O Luxa quis botar o cara nos eixos e acabou sendo demitido… Os jogadores deveriam tomar a iniciativa de chamar o Ronaldinho para um papo, porque a falta de comprometimento dele prejudica o time. Ele é a estrela do elenco, e como tal deve dar exemplo dentro e fora de campo. E hoje só está dando exemplos negativos.

Tudo o que sabemos sobre:

cajuflamengoronaldinho gaúcho

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.