A melhor e única resposta de Leandro Vissoto, confirmado em Taubaté

A melhor e única resposta de Leandro Vissoto, confirmado em Taubaté

Bruno Voloch

14 de maio de 2019 | 09h04

Leandro Vissoto fica em Taubaté.

Apesar de ter contrato até maio de 2020, havia quem cravasse na cidade que Vissoto seria dispensado após a competição.

Para evitar problemas jurídicos, até um possível acordo com Campinas, com ele retornando ao clube, teria sido costurado com Taubaté pagando parte do salário.

E isso tudo com a Superliga em andamento.

Não foi fácil. Experiente, o atleta jogou pressionado o tempo inteiro, teve cabeça, mostrou estar com o emocional em dia, preparado e na hora mais importante respondeu.

Na bola.

O jogador, que foi duramente criticado durante a temporada, acabou se destacando nos playoffs contra o Sesi com direito a 70% na quinta e decisiva partida em Suzano.

Taubaté reconheceu o esforço e trabalho de Vissoto.

Nada mais justo.

Muita gente não sabe.

Leandro Vissoto abriu mão de um contrato de 2 anos no Japão e financeiramente melhor, para ficar no BRASIL. Apostou em Taubaté, talvez muito mais do que o clube tenha apostado nele, afinal Vissoto veio indicado por Castellani, ex-técnico.

E quem soube usufruir foi Renan.

Verdade seja dita, o treinador da seleção em nenhum momento deixou de incentivar o jogador. Mesmo quando Vissoto foi mal, jamais tirou dele a condição de titular. E Renan não estava errado.

 

 

Tendências: