Acabou o recreio em São Paulo

Acabou o recreio em São Paulo

Bruno Voloch

06 Outubro 2016 | 10h39

Sesi, São Bernardo e Valinhos ficaram pelo caminho no feminino. Atibaia ganhou sobrevida no masculino e despachou São Bernardo.

Acabou o recreio em São Paulo. Dá para afirmar que agora começa o campeonato de verdade.

O principal estadual do país entra na reta decisiva. Osasco e Taubaté, favoritos, assistiram de camarote as quartas de final.

Agora a coisa começa a ficar séria. O fim de semana marca o início das semifinais.

São-Bernardo-Climed-Atibaia-Paulista-2016

Taubaté é finalista e vai cumprir tabela contra Atibaia dias 8 e 13. Ponto.

O confronto entre Campinas e Sesi em tese deve ser um pouco mais equilibrado. O Sesi no entanto tem obrigação de jogar a final.

Entre as mulheres o mesmo se pode dizer de Osasco contra o aguerrido e sempre disciplinado São Caetano. A diferença técnica talvez seja um pouco menor em comparação ao jogo entre Taubaté e Atibaia. Ainda assim será uma zebra gigantesca se Osasco não definir a série em 2 a 0. O primeiro jogo será dia 10 em São Caetano.

SESIXBRUPLAYMARINA3-768x513

Bauru vai ter que se esforçar muito para perder do Pinheiros. Ver Bauru precisar 5 sets para vencer o fraco Sesi é preocupante. É bem verdade que o time deve ter entrado em quadra relaxado pela fragilidade do adversário, mas nada justifica jogar o tie-break contra o Sesi.

Que sirva de lição.

O Pinheiros é mais encorpado que o Sesi, tem jogadoras mais técnicas, rodadas e deve resistir. Eliminar São Bernardo não engrandece nenhum currículo, ou seja, o Pinheiros bateu em morto.

Finalmente vai dar para falar campeonato paulista que é um bom aperitivo para a Superliga.