Acuado, Castellani se estranha com argentinos e clima piora em Taubaté às vésperas da Libertadores.

Acuado, Castellani se estranha com argentinos e clima piora em Taubaté às vésperas da Libertadores.

Bruno Voloch

10 Fevereiro 2019 | 10h44

O ambiente em Taubaté piorou e anda insustentável.

E não é nem por causa da proteção escancarada de Daniel Castellani aos argentinos contratados. O blog apurou que dessa vez a confusão envolveu os próprios jogadores que fazem parte da panela e o técnico.

Os dois, Nico Uriate e Hugo Conte, se voltaram contra o treinador.

Tudo aconteceu durante e após o jogo contra o Minas na quinta-feira passada.

Nico não se conformou em ser substituído por Rapha no quarto set. Conte, que deu lugar a Douglas Souza, idem. O levantador não fez questão de esconder sua revolta e tomou satisfação com Castellani assim que foi comunicado que deixaria a partida após o time perder o terceiro set ainda na mudança de lado.

Os dois discutiram asperamente fato que chamou atenção do público.

Conte não fez por menos.

Já barrado no banco e chamado para entrar no fim do tie-break para bloquear, caminhou lentamente desafiando Castellani.

O pior estaria por vir.

No fim da partida, vencida por Taubaté por 3 a 2, Nico e Conte quase chegaram às vias de fato e precisaram ser contidos por membros da comissão.

Confusão que se estendeu, segundo o blog apurou, até o vestiário.

É nesse clima que Taubaté irá receber a fase final da Libertadores a partir de terça-feira, dia 12.