Alta do dólar, ainda, não é entrave para renovação de Fawcett no Praia. Paula chega para o banco.

Alta do dólar, ainda, não é entrave para renovação de Fawcett no Praia. Paula chega para o banco.

Bruno Voloch

27 de abril de 2018 | 08h50

Se depender do Praia Clube, a norte-americana Nicole Fawcett renova contrato e fica mais uma temporada no BRASIL.

A jogadora se ambientou bem, é querida pelas companheiras, tem o aval da comissão técnica, mas é estrangeira, ou seja, o que conta é o valor do dólar.

A questão, nesse caso, sai do controle das mãos dos dirigentes mineiros. A alta do dólar preocupa.

Fawcett sabe do interesse do clube na permanência dela. Até onde o blog chegou a renovação estaria bem encaminhada.

O que dá para dizer por enquanto é que Paula Borgo, aquela que passou os últimos dois anos no banco em Osasco, foi contratada. E vai passar a terceira temporada na reserva.

Paula não será titular, nem mesmo se a negociação com Fawcett der para trás.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: