Atleta da base de Blumenau se queima no piso da CBV e do Banco do Brasil

Atleta da base de Blumenau se queima no piso da CBV e do Banco do Brasil

Bruno Voloch

20 de novembro de 2020 | 11h30

O blog foi procurado por Gustavo Fontanela Raimundo da Silva.

15 anos, atleta da base de Blumenau.

O motivo?

O piso e a polêmica envolvendo as novas quadras confeccionadas pela CBV em parceria com o Banco do Brasil.

Gustavo é mais uma vítima.

Juventude não significa falta de coragem, pelo contrário. Ele é mais um que se ‘queimou’ treinando em Blumenau.

Gustavo, enxergando a necessidade de mostrar os fatos e preservar a integridade física dos atletas, fez questão de dar seu depoimento:

‘Joga na base da APAN. Comecei a ver os treinos do adulto, catar bola e ajudar. Um dia o Donega, técnico do adulto, me chamou para treinar. Alonguei junto, manchetão e tudo mais. Sou levantador. Como já tem os levantadores ele me usou como líbero. Numa dessas vezes eu me ralei. Horrível’.

Ele diz que não foi o único:

‘Na outra quadra, antiga, se eu caísse seria tranquilo. Nessa não. Não fui o único. O China, companheiro nosso, caiu de ‘peixinho’ e não deslizou. Gabriel também. Complicado essa quadra’.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: