Barueri escolhe Amanda e castiga Brasília no adeus do ‘penetra’ à Superliga.

Barueri escolhe Amanda e castiga Brasília no adeus do ‘penetra’ à Superliga.

Bruno Voloch

09 de março de 2019 | 11h26

O ‘penetra’ finalmente foi rebaixado e deu adeus à Superliga.

Brasília, que entrou pela janela sem passar pela Superliga B, caiu. Um final perfeito, grandioso, surpreendente e roteiro de causar inveja com Amanda, quem diria, escolhida para o papel principal.

Foi essa pelo menos a leitura que teve a comissão técnica do time paulista depois do jogo ao escolher a jogadora como a melhor em quadra após a vitória de 3 a 0. Justamente ela, que há 2 anos saiu de Brasília para jogar no Praia e posteriormente em Barueri, decretou o fim da linha do ex-clube.

A ponteira, segundo Barueri, fez a diferença.

É claro que existe uma enorme forçação de barra no caso.

Qualquer possibilidade de justificar o investimento, descabido, é válida e tem sido inteligentemente aproveitada pela comissão, mas convenhamos que marcar 10 pontos em 3 sets são números desprezíveis em função da qualidade técnica do adversário.

Até para Amanda.

No caso do ‘penetra’ Brasília a queda foi muito mais dolorosa. Pior do que ser rebaixado, é cair tendo Amanda como a melhor em quadra do outro lado, sinal de que não dava mesmo para escapar.

Mas cá entre nós, o desfecho foi surpreendente.